segunda-feira, 26 de junho de 2017

MINI CURSO LIVRE "Obras Clássicas de Educação Libertária" inicia no dia 30 de junho em Pelotas.







O Projeto MULTIVERSIDADE AUTOGESTIONÁRIA DE APRENDIZAGENS LIVRES DA OCA  iniciará no dia 30 de junho o MINI-CURSO LIVRE "Obras Clássicas da Educação Libertária", ministrado pelo professor Paulo Marques da FaE/UFPel.

Serão 7 encontros de apresentação de 7 obras consideradas clássicas do Pensamento e das Práticas de Educação Libertária.

Os Encontros serão realizados na Biblioteca Libertária da OCA. Rua Dona Mariana, número 1, Porto- Pelotas-RS.

Os encontros terão duração de 2h com inicio as 15h. Todas as sextas-feiras.

Serão disponibilizadas 15 vagas. As inscrições podem ser realizadas por email. plamarques@yahoo.com.br

O primeira encontro, dia 30 de junho apresentará a texto de Max Stirner "O Falso princípio da nossa Educação", escrito em 1872 e editado no Brasil pela Editora Intermezzo com nova reedição de 2016.



No segundo encontro, dia 07 de julho, será apresentado o livro "O pensamento de Proudhon em educação", Coletânea organizada pela Editora Imaginário em 2016 que reúne excertos sobre educação nas obras do filósofo.




No terceiro encontro será apresentado o texto clássico  "A Instrução Integral" da recém lançada coletânea de textos de Bakunin:  "Educação, ciência e Revolução", editada pela Intermezzo em 2016.





No Quarto encontro, dia 21 de julho teremos "Escritos sobre Educação e Geografia" de Elisée Reclus e P. Kropoktin. Publicado pela Editora Terra Livre, em 2013.



No quinto encontro, dia 28 de julho teremos a exposição sobre "A Colméia, Uma experiência pedagógica" livro de Sèbastién Faure, escrito em 1917 e  lançado em 2015 pela Editora Terra Livre.



No Sexto encontro, a obra de Francisco Ferrer "A Escola Moderna" , editado pela primeira vez no Brasil, também pela Editora Terra Livre em 2014.



No Sétimo encontro será apresentadas as Cartilhas Pedagógicas de Leon Tolstói, "Contos da nova Cartilha" Vol. 1 e 2. criadas por ele para seu projeto de Educação Camponesa, Iasnaia Poliana, realizado na Rússia no final do Século XIX. As Cartilhas foram editadas no Brasil pela Atelie Editorial. Neste encontro será abordado o pensamento Educacional Libertário do escritor russo.







As educadoras anarquistas individualistas: mulheres livres na Belle Époque, por Anne Steiner*

Nos trabalhos que reconstroem a gênese do movimento feminista apenas são citadas as figuras das mulheres anarco-individualistas do pr...